FACULDADE CATÓLICA

FACULDADE CATÓLICA
FONE/WHATSAPP (43) 9 9840-1919

DIVULGUE SUA MARCA!

DIVULGUE SUA MARCA!
WHATSAPP (43) 9 9979-8834

CUIDE DA SUA SAÚDE!

CUIDE DA SUA SAÚDE!

terça-feira, 5 de dezembro de 2017

Emenda de Pauliki garante que 74% das micro e pequenas empresas serão isentas ou terão redução de impostos


Garantir a isenção de impostos para os microempresários do Paraná.

 Com este objetivo o deputado estadual Marcio Pauliki apresentou uma emendaque determina que74% das empresas paranaenses inseridas no Simples Nacional serão isentas ou terão redução de impostos. 

A emenda foi incluída no projeto de lei 557, que prevê o reenquadramento das faixas de ICMS das micro e pequenas empresas no Simples Nacional.

“É preciso garantir que a lei seja respeitada e que a mudança do Simples não onere nossos empresários. Conseguimos, ao agir desta maneira, garantir um impacto menor para nossos empresários, que representam um motor importante na economia do estado, garantindo empregos e investimentos no Paraná”, ressalta Pauliki. 

A medida, que foi aprovada nesta segunda-feira (04), faz com que as micro e pequenas empresas paguem 40% a menos de ICMS do que estaria previsto no projeto original.

O Paraná possui 623 mil microempresas ativas e 45 mil empresas de pequeno porte. 


Neste ano 18 mil novas micro e pequenas empresas foram abertas. 

Em 2016 o Paraná foi o estado foi o que mais empregos gerados por micro e pequenas empresas na região Sul, segundo o Cadastro de Empregados e Desempregados (Caged), do Ministério do Trabalho. 

Em termos nacionais, as microempresas paranaenses só perdem, em geração de vagas, para São Paulo e Minas Gerais.

Além disso, a emenda de Pauliki garante que as empresas com faturamento entre R$ 3,6 a 4,8 milhões por ano e que hoje pagam impostos pelo lucro real ou presumido, poderão agora optar pelo Simples.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários postado não representam a opinião deste Blog